poema 024

Quantos jardins você planta
para que uma rosa floresça?

Tanto quanto são os dias
que houver para se plantar,
são os jardins qu’eu planto
para uma rosa
sem nome de rosa,
sem desenho de rosa,
sem cor nenhuma de rosa.
Apenas o perfume
– Pura beleza da Rosa.

E cada jardim começa
no solo arado da
palma dura da
minha mão pobre;

no garimpar as sementes
com as pontas dos dedos
(calejados de carícias,
doloridos de delicadezas)
para engravidar o ventre úmido da terra.

Haja sol e haja chuva
e haja ainda mais.

Porque é preciso o cíclico sacrifício
de se entregar o corpo
à fornalha que alimenta
o Sol, para qu’ele aqueça
a planta embrionária.

E é preciso a água profunda d’um poço íntimo
para regar o segredo do broto com o suor do corpo,
a saliva dos lábios
e as lágrimas.

É com os olhos secos que se faz
a necessária poda. Cortar fora
ora espinho, ora dedo,
ora mão, ora caule.
Cortar tudo que sobra:
às vezes, mesmo algumas pétalas;
e, este sempre, o próprio jardineiro
– Que não haja nada mais que a flor.

Por fim, deve a noite
desembalar o botão
para qu’ele acorde
na última gota de orvalho
e, no espanto da aurora,
seja, do jardim, a impossível rosa.

2 Respostas to “poema 024”

  1. Urso Says:

    Muito bom o poema… está acabado?

    Estou relendo O Estrangeiro… não sei, algo me fez lê-lo novamente, acho que dá primeira vez não entendi direito… vamos ver o que eu tiro dessa vez… vc se lembra desse livro, ele nos deixa com uma sensação estranha…

    Gostei do texto anterior, acho que daria um curta de animação, está bem sensorial…

  2. Jorge Says:

    essa pergunta de “está acabado?” é foda. Acho difícil acabar um texto, qualquer que seja; para minha neurose, há sempre algo que pode ser melhorado, ainda que eu ignore onde ou como.
    mas se vc quis dizer, com a sua pergunta, se eu vou mexer mais no poema, a resposta é não. por enquanto.

    acho que me lembro de O estrangeiro tanto quanto vc. creio que me seria interessante uma releitura tbm. por favor, eu imploro, não deixe de me contar o que vc encontrar na leitura dessa vez.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: