Agora eu sinto falta de escrever um pouco de prosa. Frases, parágrafos e sentido horizontal. É estranho, parece que a prosa exige um tempo de concentração maior diante das ferramentas da escrita (caneta/papel ou teclado/monitor). Poema não é mais fácil, mas eu posso trabalhá-lo dentro da cabeça, enquanto estou no trem ou andando pela rua. Prosa não, tem que esculpir o pensamento do lado de fora, parafusar uma frase na outra, costurar com vírgulas, balancear as orações e períodos, colocar um pouco menos de vazio.
Um pouco menos de vazio é algo bem difícil de se conseguir quando a cabeça está cheia de coisas espalhadas por aí.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: