Poema 118

Não descuide disto:
Por amor ou por medo, estamos sempre
a dois passos da atrocidade.

Sob a sola do abismo nossos pés,
porto passageiro para nuvens cansadas.
Imortal efemeridade do dia a dia.

Disposto dispo-me.
Em cada linha, a vida
– uma via zen sentido

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: