Archive for novembro \28\UTC 2017

poema 163

terça-feira, novembro 28, 2017

“Um dia essa chave não vai abrir mais esse portão.
(Isso já aconteceu)”

e eu acordei desafogado
em marola triste.
a casa de minha vó
ainda submergida em mim.
seus imponderáveis
repousando num oceano fundo e sem nome.
palácio de tranquilidade.
fortaleza de amor.