Archive for the ‘poema’ Category

poema 159

sexta-feira, julho 21, 2017

copia&cola
poema faz sombra?

tão quão
preto branco
é o
preto. branco?

poema 158

terça-feira, maio 16, 2017

às vezes me pergunto:
para você,

o que não é o outro?

poema 157

quarta-feira, abril 12, 2017

existe um nós
do qual você não é
nem eu

poema 156

quinta-feira, dezembro 15, 2016

às vezes, eu quero é desenretar umas palavras

poema 155

quinta-feira, dezembro 1, 2016

meu desejo tem a força de um beijo

meu desejo
tem a língua de um beijo
meu desejo
tem os olhos de um beijo
meu desejo
tem os lábios de um beijo
meu desejo
tem as narinas de um beijo
meu desejo
tem os ouvidos de um beijo
meu desejo
tem o beijo de um beijo

meu desejo oco
eco tosco
tem um nojo do
meu desejo enjeitado
tem um jeito
e rejeita o que não for
meu desejo escarro
meu desejo porra
meu desejo crasso
meu desejo mato
meu desejo morra
raso ralo cova

poema 154

segunda-feira, julho 18, 2016

entre outras parte, faltam:

a pálpebra que sonha
e um lóbulo para o brinco
batom para os lábios secos

a pele sobre a jugular

as costelas do lado esquerdo
e os cotovelos para o abraço
carne na altura do fígado

um pedaço da glande

o tutano de um fêmur
e tendão de outro joelho
metade do pé direito

________*

mesmo assim, como quem
amou e perdeu,
segue completo
com suas ausências

poema 153

quarta-feira, junho 22, 2016

Joana se foi lá para o outro lado da saudade
E eu fiquei aqui

poema 152

quarta-feira, março 2, 2016

na noite dos teus olhos
eu ainda durmo
e sonho
com teu corpo desnudo
sobre o qual a via láctea cintila
por este escuro e vazio

universo

poema 151

terça-feira, janeiro 19, 2016

e se as bandeiras fossem um só povo
desta grande nação: o Vento?

poema 150

segunda-feira, janeiro 4, 2016

desolução

cheguei atrasado para o ano que se inicia
as mãos vazias de promessas não cumpridas
menos uma
não tentar fazer um poema todo dia